ღ Meu jeito de ser ღ ೋღ

Minha foto
Sou uma simples serva do Criador de todas as coisas(DEUS), e o amo com todas as força da minha alma. Amo meu marido, minha família,igreja, amigos, pessoas... faço o que devo fazer, com amor. Mim esforçando para ser cada dia melhor. A finalidade deste blog é que você possa ficar mais apaixonado por Jesus, mais amigo dEle. E lembre-se! O amor é lindo e a vida é bela para quem ama a Deus e o conhece de perto, e que tem intimidade com ELE.

terça-feira, 7 de agosto de 2012

´Significado do meu nome e as histórias dos meus sobrenomes...ღ

 

História da Família Simões

SIMÕES/SIMOENS/SIMOIS: Nome português de origem patronímica, filho de Simão. Este sobrenome existiu (e ainda existe) no Soure-Portugal.
Embora vestígios arqueológicos, sobretudo do período neolítico/idade do ferro (o Crasto) e romano, aliados às condições naturais que desde cedo atraíram a ocupação humana, indicam que o Soure foi ocupado desde tempos imemoriais. O documento escrito mais antigo que se conhece e se refere a Soure data de 1043 assinalando a doação, ao Convento da Vacariça, de um mosteiro que aqui possuíam os irmãos João, Sisnando, Ordonho e Soleima. Em Julho de 1111 (antes de surgir o estado português), o Conde D. Henrique e a rainha D. Teresa concederam foral à vila de Soure. Este importante documento estipulava um conjunto de previlégios fiscais com o objectivo de atrair e fixar as populações. Na Idade Média, mais concretamente no período da reconquista Cristã, Soure assume um papel de importância estratégica vital. O seu castelo é, até à conquista de Lisboa, uma praça fortificada, incluída na cintura de edificações militares da defesa de Coimbra definitivamente conquistada em 1064. Em 1128 D. Teresa doa o Castelo de Soure à ordem dos Templários, doação que veio a ser confirmada por D. Afonso Henriques em 1129. Com o decorrer dos tempos, a função militar foi desaparecendo e Soure passou a caracterizar-se, a partir da Idade Média, por uma região marcadamente rural dada a apetência agrícola dos seus terrenos enriquecidos pela água dos rios Anços, Arunca e Pranto. Em 13 de Fevereiro de 1513, el-rei D. Manuel outorgou um novo Foral à vila de Soure. Possivelmente antes do século XV a família Simões já se instalava no Soure, existindo inclusive aldeias batizadas com este nome (aldeias de Simões, Areias dos Simôes e Carvalhal dos Simões). Fonte: Site oficial da Câmara Municipal de Soure (adaptado)
Ancestrais da Família Clemente de Souza: Próximo do Soure existe uma aldeia conhecida como Picota. Esta aldeia pertence a freguesia de Ega. Por volta de 1550 nasceu nesta aldeia um dos mais antigos ancestrais conhecidos da Família Clemente de Souza: Domingos Simois o Velho, que foi pai de Domingos Simois o Novo.
Qual o significado do nome Simoes: VARIANTE DE SIMÃO.

12)- SIMON (Simão, Simões):
Do nome hebraico Shimon, do verbo shamah (escutar), com o sentido de Deus escutou, atendeu; latinizado em Simon e Simeon. Nome dado por Lia, esposa de Jacó, porque Deus ouviu o seu pedido (Gên. 29:33).



Pimentel


Sobrenome português, talvez de origem italiana, classificado como sendo um toponímico. Em um documento de 1252 registra-se a existência de um certo Petrus Martini Pimentel. Há estudiosos que afirmem que este sobrenome éra comum na Holanda e na Espanha, pode também ser derivado de uma alcunha (apelido) referindo-se a "pessoa com o rosto avermelhado (como uma pimenta)". A forma primitiva deste sobrenome deve ter sido Pimentello. Ao que parece os Pimentéis da Espanha são descendentes de D. João Afonso de Pimentel, cavaleiro português que chegou a corte de Castela, desterrado por seu rei. Foi protegido de D.João I de castela. Foi o solar desta família a Torre de Novaes, no reino de Galiza, donde passaram a conquista de Portugal no tempo dos primeiros reis.
Qual o significado do nome Pimentel: AQUELE QUE É MUITO PIEDOSO.
Fonte: http://www.geocities.com.br/Ibenzi/ (texto) / http://genealogia.netopia.pt/home/ (brasão)

Nenhum comentário:

Postar um comentário